sábado, 29 de agosto de 2009

E faltava um mês...

Como eu tinha dito antes, resolvi fazer uma retrospectiva e contar aos poucos como foi o melhor casamento do ano: o meu! Modéstia à parte eu posso adintar que nada deu errado! Mas isso eu conto depois...

Meu Deus, falta um mês! 30 dias... Nem quero contar as horas pra não me desesperar!

Lógico que as provas da faculdade tinham todas que ser esse mês! E as finais no fim do mês, ou seja, eu tenho que estudar feito corna, porque fazer prova a dias do casamento vai ser repetir na certa! Semestre conturbado esse! 1o a minha mãe e agora o casamento! Noiva não tem vida e alguém devia ter me contado isso antes... Apesar de estar me divertindo horrores, ser a pessoa mais organizada da face da terra (sim a Monica Geller podia ser minha melhor amiga!) e estar chegando a conclusão de que eu deveria trabalhar com isso, eu ando me perguntando se dá mesmo pra ser a noiva e a cerimonialista, wedding planner ao mesmo tempo!
Sim eu passei em tudo! Depois de gastar 1 hora da minha lábia com um professor, tentando convencer ele de que sim, casamento dá um trabalho danado e que não, ficar em prova final não ia dar certo! Prometi que o meio ponto valia à pena! Que eu estudava sozinha depois, e a razão de precisar do tal meio ponto era justamente o casamento...
Voltando aos 30 dias que me faltam! Check list a postos, tá quase tudo pronto, UFA! As meninas ainda tem que experimentar os vestidos delas, mas é só a prova final, não vai dar trabalho e tá tudo encaminhado, o chá de panela, a despedida, os mil aniversários do mês... Caramba! 30 dias, SÓ 30 dias! Volta tempo, volta... MEU DEUS, eu não tenho bouquet! A primeira noiva da história sem bouquet!

Tudo bem que eu já sabia o que eu queria, a flor, tudo tudo... Mas e aí bonitona, vai encarar a CADEG 2 dias antes do casamento e brigar por flores? Não vou dizer que a hipótese não me passou pela cabeça porque passou, cheguei até a trazer dos EUA um kit de bouquet da Martha Stewart (aquela que foi presa), que a propósito tem um monte de cacarecos de casamento super interessantes, mas não ia dar mesmo... Afinal eu não ia querer estar um desastre no dia do Jantar de Ensaio. Mas e agora José? Quem vai fazer a porcaria do bouquet sem me cobrar 500 reais? Sem desmerecer o trabalho de ninguém, acho que tem uma galera por aí meio surtada em relação a preços! É só falar que é um casamento que tudo TRIPLICA! Se soubesse disso antes, toda vez que ligasse pra um fornecedor ia dizer que é uma festa de 80 anos!!! Mas voltando ao bendito bouquet...

A escolha do bouquet foi fácil! Escolhi as flores que mais gosto e acho que toda noiva devia ser assim! Essa de dizer que esse tipo de bouquet tá in ou out é bobeira! In é fazer um casamento com a sua cara! E isso começa pela escolha das flores... O que é cafona pra mim pode ser lindo pra você e digasse de passagem ainda bem que tem gente que gosta de azul e gente que não gosta, imagina o que seria dele se todo mundo gostasse de rosa?

Amo gérberas! Na verdade amo margaridas! Acho lindas de morrer, e pasmem não gosto de rosas! As vermelhas então acho super batidas! Escolhi desde o início que eu queria duas cores diferentes, que fizessem um contraste com o branco, mas que não chamassem mais atenção que eu! A estrela da noite é a noiva, desculpem meninos, mas o resto inclusive o noivo são complementos! E assim deve ser com o seu bouquet! Pense sempre nisso na hora de escolher, não deixe para escolher um mês antes do casamento, mas não tenha tanta pressa! Se informe sobre as épocas das flores, qual vai ser a flor da época do seu casamento, escolher tulipas em dezembro pode ser uma furada! Flor é que nem a gente!

Outra dica super importante: você pode ganhar o seu bouquet de graça, ou um belo desconto!!! Isso mesmo! Como? Converse com a floricultura ou decorador que está fazendo a ornamentação da sua festa, pode pedir mesmo! Você vai ver como dá! Ou pelo menos você ganha um bouquet para jogar no lugar do original se você for sentimentalista e quiser guardar o seu! Hoje em dia existem firmas especializadas nisso! O meu tá pendurado de cabeça pra baixo dentro de um armário na casa da minha sogra! Ou você pode dar um google (sim isso agora é um verbo!) e fazer sozinha mesmo.

Segui o meu próprio conselho e fui até a floricultura que ia fazer minha ornamentação na Igreja, com a foto da minha idéia e o tal kit. Me cobraram um preço justo! E ainda fizeram a coroa da daminha de graça... Ficou lindo, do jeito que eu sonhei! No dia do casamento estava ele lá, fiel escudeiro! E como disse a Dani Rocha o bouquet é essencial na hora do making of, afinal se você não sabe o que fazer com a mão pronto, segura o seu bouquet que tá perfeito!

Final mais feliz meu bouquet não poderia ter tido! A hora de jogar é super esperada pelas encalhadas de plantão, dá briga, cotovelada, é engraçado de ver! Mas o meu tinha destino certo! ele já sabia exatamente aonde ir! Sem armação, até porque as meninas levam a sério o papo de bouquet e você não quer que elas te trucidem depois, o meu bouquet sabia aonde ia e foi: para as mãos da minha melhor amiga! Não teve armação e a Ana pegou meu bouquet!!! EBA! Tem coisa mais perfeita? Quando disse que meu casamento tinha sido perfeito eu não estava mentindo! Ficamos as duas felizes da vida! Não que eu tenha convidado pessoas que não tem nada a ver comigo, mas acho que não tem nada mais chato do que aquela peguete do seu primo que você provavelmente nunca mais vai ver pegar o bouquet! Pra falar a verdade, acho que isso deveria estar no livro de etiqueta dos convidados (e este devia ir junto com o convite!), se você não é amiga da noiva nem se levante da mesa na hora do bouquet! Mesmo que você seja prima do noivo, ou até mesmo a melhor amiga da noiva: hora do bouquet é momento da noiva com as amigas dela! Desculpem, mas ela vai ficar muito mais feliz de tirar a foto com uma amiga do que com você!

A saga do bouquet foi resolvida, mas ainda tem muita coisa pela frente... Mas essas vem aos poucos!!!!!!
Ser noiva é bom demais, mas devia ser considerado trabalho!!!!

Fotos desse post: Dani Rocha

5 comentários:

Liège disse...

Lindas flores! Parabéns!
Concordo com você: o importante é que a noiva siga seus gostos e seu estilo, e dê seu toque pessoal a cada detalhe do casamento.
Meu buquê foi de orquídeas brancas. Sou apaixonada por orquídeas!
Beijos e felicidades.

Ana Cristina disse...

Claro que ninguém mais podia pegar esse buquê!! *RS* Seu casamento foi 10! O dia mais legal do ano!

Rumo ao Altar disse...

Olá!!!
Adorei seu espaço aqui...
Sou uma noivinha que está passando pelo mesmo problema que vc passou: a de organizar um casamento e cursar faculdade...Que correria viu?!rsrs
Estarei sempre aqui...Bjs!

Natália disse...

retrospectiva, q legal. :D

didn't know u taught english, too. :D we have a lot in common, don't we? i used to teach at cultura inglesa. how about you?

Shana - Mrs Zanotta disse...

Nem me falem em tempo!!!! Organizar esse casamento e viver a vida foi uma maratona, mas valeu cada segundo!!! Foi perfeito demais! Aproveite as dicas de uma noiva mega sem tempo!!!

Liège, eu amo orquídeas! eram as flores favoritas da minha mãe!

Natália honey,

I do teach English!!! I teach at Brasas and I love it!!!! Indeed we do have a lot in common!!!

Ana, lógico que foi uma perfeição você pegar meu bouquet! Não poderia ter ficado mais feliz!!!